O privilégio de ver um craque de perto - Atlético x Arsenal visto por um outro ângulo




O dia a dia da profissão e a obrigação de analisar os jogos de uma forma mais direta, observando os aspectos táticos e vendo com rigor lances polêmicos e debatendo se a falta foi dentro ou fora da área, se o atacante estava impedido ou não, aos poucos me tornou um jornalista habituado a acompanhar as partidas sempre do ponto de vista da tribuna de imprensa, me afastando do campo de jogo propriamente dito. Inegável que, para ter uma melhor compreensão da partida em si, nada melhor do que estar sentado em um local privilegiado e com visão de todas as partes do campo como um todo. Mas ontem era dia de ver futebol por um outro ângulo e cobri o jogo do Atlético contra o Arsenal, pela Libertadores, dali, da beira do gramado. E tive o privilégio de ver, a poucos metros de distância, um dos maiores jogadores da história do futebol fazer mais uma partida brilhante. Imagens retratadas neste post com maestria e precisão pelo fotógrafo Vinnícius Silva, que se acosutmou a ver jogos onde para mim era quase uma novidade.

Ronaldinho Gaúcho se prepara para cobrar um escanteio: privilégio de ver de perto


É de impressionar a técnica de Ronaldinho Gaúcho. Vista de perto, com cuidado, mais impressionante ainda. O domínio de bola que muitas vezes, a distância ou pela TV, parece ser algo simples (para ele), é, na verdade um trabalho elaboradíssimo, possível apenas para alguém fora de série. Mais do que suas qualidades técnicas, foi interessante observar seu poder de liderança, suas orientações para os companheiros, o apoio dado a um ou outro que não entende sua genialidade ou que eventualmente comete um erro. Também é de se destacar o foco de Ronaldinho ao entrar em campo, depois de todos os demais jogadores. Concentrado, pronto para a batalha, calado, mas  sabendo o que tem pela frente. Um ídolo mundial que parecia estar entrando em campo para jogar uma final de Copa do Mundo. Um maestro pronto para reger e comandar sua orquestra. Compenetrado, mas ao mesmo tempo descontraído, com cara de moleque, feliz e sorridente com o belo gol de cobertura que fez, o quarto da goleada de 5 a 2. O quinto, feito por Alecsandro, é comemorado e festejado com a mesma expressão de prazer e divertimento. Ali, a poucos metros, tive a confirmação do que dizem ser "estar feliz em um lugar".

O sorriso leve e descontraído de Ronaldinho depois de assinar mais uma obra prima, o quarto gol

Durante o jogo a concentração de todo o time é nítida e dá não só para ouvir as conversas, as dicas e as broncas como também a seriedade dos jogadores em campo. Antes do jogo, porém, só quem é de pedra não se mexe com uma multidão gritando seu nome. Realmente, o incentivo das arquibancadas é um combustível e tanto. A acústica do Independência também surpreende ouvidos não acostumados a perceber o barulho que sai da torcida e invade o campo de jogo. O silêncio que antecedeu a corrida de Diego Tardelli no lance do primeiro gol antecipa um urro impressionante, um som gutural vindo de várias gargantes simultaneamente. 

Sim, podem ter certeza, o barulho da torcida incomoda muita gente em campo


Com o time em boa fase, a interação com a torcida, sempre necessária, flui de uma maneira mais tranquila, o que não evita um apupo ou outro a algum jogador que não corresponde em um lance específico. Nem sempre o que milhares de torcedores querem o atleta, em campo, consegue fazer. E, claro, isso pode ser melhor percebido lá embaixo, no campo. É mais um momento em que a concentração do atleta se faz necessária. Tanto para o time da casa quanto para o visitante, que em vários momentos sucumbiu à pressão, com um ou outro jogador do Arsenal fazendo gestos para torcida, que gritava "olé" ou vaiava a troca de passes do time argentino. Não deve ser agradável estar levando uma goleada e ainda ser vaiado. 
Vendo de longe, parece que a marcação é fraca. Muito, mais muito diferente do que ver a dois metros de distância

O visual lá de baixo permite também ser um pouco condescendente com árbitros e bandeirinhas. Acontecem erros grosseiros, claro, como no caso do pênalti sobre Luan, nitidamente fora da área, mas também tem alguns lances que são muito difíceis de serem definidos, pela distância, pelo barulho, pela movimentação rápida dos jogadores. Podem ter certeza, não é tão simples assim.
Jogador do Arsenal acompanha a partida. Alternativa única ontem
A experiência de ver o futebol dessa forma foi mais do que gratificante, permitiu que eu visse o esporte pelo o qual sou apaixonado de uma maneira mais próxima ainda, em detalhes. Não vi o jogo como um todo, mas apreciei a partida, certamente de uma forma única.

Comentários

  1. Sensacional o seu comentário, coincidentemente eu estava atrás de onde você ficou no gramado, essa torcida do GALO é apaixonante, durante a partida os torcedores se abração como se fossem velhos amigos, muito legal essa sinergia da torcida com o time.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo elogio, Daniel. Foi uma experiência muito bacana ver de perto um craque do porte do Ronaldinho Gaúcho.

      Excluir
  2. muito bom mesmo estive lá na arquibancada e foi tudo isso mesmo palavras bem ditas

    ResponderExcluir
  3. Se Pelé é o Rei, Ronaldinho é o Deus, simplesmente o maior de todos no futebol!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo Texto! Eu assisti a esse jogo, foi o primeiro da minha vida, marcou demais, inesquecível pra mim.

    ResponderExcluir
  5. Fred, parabéns...! Esse jogo foi sensacional de todos os angulos.
    Até sábado... abraço.

    ResponderExcluir
  6. Gosto muito de ler e ouvir comentários sobre futebol, e a cada dia me encanto mais com a criatividade dos comentaristas. Parabéns pelo texto, você conseguiu trasmitir o jogo sobre outro olhar e o jogo se tornou ainda mais encantador!!!!!
    Parabéns ao fotografo também, as fotos são ótimas!!!

    ResponderExcluir
  7. Show... amo seus comentários; ainda mais quando é a favor do Galo rsrs... Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  8. Gostei da matéria; até já estou um pouco atleticana. Fico feliz e orgulhosa de você quando vejo seus escritos; vc é mesmo ótimo no que faz. Parabéns! Bjs Tia Lu

    ResponderExcluir
  9. Fred! Sempre sensacional! Parabéns pelo belíssimo texto repleto de poesia e sentimento! Abs da amiga, Duda Milton.

    ResponderExcluir

Postar um comentário