Convocação da Seleção e as bobagens do calendário



Mano Menezes convocou hoje a Seleção Brasileira que vai jogar dois amistosos no início de junho. Um deles, enfim, contra um adversário de peso, a Holanda, no sábado, dia 4, em Goiânia. Na terça-feira, dia 7, o jogo é especial. No Pacaembu, a Romênia será a adversária da equipe brasileira em partida que vai marcar a despedida de Ronaldo, que deve começar no banco, segundo as primeiras informações.

A lista faz justiça, enfim, a Fábio. O goleiro do Cruzeiro é, disparado, o melhor em atividade no Brasil. A questão é que foram convocados outros três, o que dá a entender que será difícil o jogador celeste entrar em campo. Outro atleta do Cruzeiro convocado é Henrique, que volta à Seleção depois de ter sido chamado para o amistoso contra a Escócia - e não ter jogado. A questão é que Henrique não mostrou o mesmo futebol desde que foi chamado pela primeira vez.

Entre os jogadores que atuam no Brasil, justas as convocações de Neymar e Lucas, por motivos óbvios, e Leandro Damião, que foi bem no jogo contra a Escócia e não parou de fazer gols pelo Inter. Os demais são questionáveis. Jefferson, goleiro do Botafogo, não tem essa bola para a Seleção. Victor, do Grêmio, não está em sua melhor fase. O meia Thiago Neves, do Flamengo, é o melhor jogador do time, fez um bom Campeonato Carioca, mas ainda não é unanimidade. O mesmo vale para Fred, que já teve vários melhores momentos do que o atual.

A vergonha do calendário
A questão é que o calendário brasileiro é realmente lamentável. No dia do jogo contra a Holanda, estão marcados jogos pelo Campeonato Brasileiro, que tem rodada normal no final de semana. O país do futebol não para nas Datas Fifa, durante a Copa América e continua dando um espaço gigantesco para os enfadonhos e medíocres Estaduais. Ou seja, Fábio e Henrique estão fora da partida contra o Fluminense, no Rio. O Flu não terá Fred. Thiago Neves não joga contra o Corinthians, Neymar não encara o Avaí, Damião está fora do confronto contra o América, enquanto Victor não pega o Bahia e Jefferson, o Ceará. E o Galo pode comemorar a ausênica de Lucas na Arena do Jacaré. Prejuízo técnico, com certeza.

Mais erros
Mano chamou 28 jogadores para os dois jogos, fora Ronaldo e incluindo uma infinidade de volantes. E ainda não consegui entender os motivos pelos quais o técnico chamou André Santos e Adriano, do Barcelona, para a lateral esquerda e deixou Marcelo, do Real Madrid, melhor que os dois juntos, de fora. Outra questão que eu esperava ter uma resposta é a convocação de Elias, do Atlético de Madrid. Ok, é jogador de confiança de Mano. Mas limitado para a Seleção Brasileira, não?

A lista:
Goleiros: Julio Cesar (Internazionale), Victor (Grêmio), Jefferson (Botafogo) e Fábio (Cruzeiro)
Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Maicon (Internazionale), André Santos (Fenerbahçe) e Adriano (Barcelona)
Zagueiros: Lúcio (Internazionale), Thiago Silva (Milan), Luisão (Benfica) e David Luiz (Chelsea)
Volantes: Lucas Leiva (Liverpool), Sandro (Tottenham), Ramires (Chelsea), Elias (Atlético de Madrid), Henrique (Cruzeiro) e Anderson (Manchester United).
Meias: Elano (Santos), Jadson (Shaktar Donetsk), Thiago Neves (Flamengo) e Lucas (São Paulo)
Atacantes: Robinho (Milan), Nilmar (Villarreal), Alexandre Pato (Milan), Fred (Fluminense), Neymar (Santos) e Leandro Damião (Internacional)

Comentários

  1. Adriano para mim,tá no nível do Marcelo.Há que se lamentar as ausências de Renato Augusto,Hulk,Hernanes e o zagueiro Alex do Chelsea.Lastimáveis as presenças de Jadson,Henrique,Leandro Damião e André Santos.

    ResponderExcluir
  2. No meu entender, o Mano nada mais é que um reprodutor de opiniões e vontades empresariais. Ele é o retrato fiel e descarado do amadorismo no que tange a palavra FUTEBOL. Além dos muitos convocados por Mano para estes dois amistosos, o próprio treinador tem se mostrado inapto a ocupar sua posição na seleção. Ou alguém acha que os EUA foi uma seleção de nível para todos "babarem" na "nova cara da seleção" que o Mano implantou?
    É lastimável imaginar o vexame do Brasil em uma copa do mundo disputada em nossos "terreiros".

    ResponderExcluir
  3. Leonardo de Oliveira20 de maio de 2011 21:03

    Nosso calendário realmente é lamentável. Eu esperava ainda ver outros jogadores que atuam em times nacionais jogando na seleção. Acho que o goleiro Renan do Avaí merecia uma chance no lugar do Julio Cesar, que tem deixado a desejar em algumas partidas. O zagueiro Dedé do Vasco da Gama também está em ótima fase e tem se mantido muito regular. Dentre outros.

    ResponderExcluir

Postar um comentário