Carlos Alberto: solução ou problema?



Ainda não tenho a confirmação se o meia Carlos Alberto será mesmo o novo contratado do Atlético e, provavelmente, quando você estiver lendo este post, a contratação já possa estar confirmada ou até descartada. Mas o que é difícil mesmo de definir é se o jogador será uma solução ou um problema para o Galo. Temos que colocar na balança os prós e contras.

O lado positivo: Carlos Alberto é um bom jogador, habilidoso, forte e acostumado a decisões. Tem só 26 anos, mas experiência suficiente, inclusive fora do país. Foi decisivo em algumas competições, como a Champions League vencida pelo Porto, em 2004, o Brasileirão com o Corinthians, em 2005, a Copa do Brasil conquistada pelo Fluminense em 2007 e o acesso à Série A conquistado pelo Vasco em 2009, quando, aliás, era comandado por Dorival Júnior. Foi o último grande momento do jogador. Além disso, atuaria em um setor carente no Atlético. Renan Oliveira não se firma, Daniel Carvalho ainda não entrou no time, Jackson é limitado e está contundido, Mancini não jogou bem no setor e Giovanni Augusto e Bernard ainda são apostas.

O lado negativo: Carlos Alberto tem 26 anos e já jogou em uma infinidade de clubes, nem sempre cumprindo o contrato até o final. Tem passagens apagadíssimas em momentos em que parecia que iria explodir, como no São Paulo, no Werder Bremen e, recentemente, no Grêmio. Tem um temperamento inconstante, o que pode influenciar negativamente no momento em que o grupo atleticano parece estar se ajustando. Além disso, é um jogador caro.

Enfim, se Carlos Alberto se concentrar em apenas jogar futebol, se tiver um salário razoável, se conseguir se enturmar bem com seus prováveis novos companheiros, se entrar bem taticamente no time de Dorival Júnior, se for decisivo quando for necessário, se cumprir o contrato até o final, mostrando compromisso e profissionalismo, a contratação é válida. São muitos "ses". E basta optar por fazer o contrário em uma dessas opções para provar que não vale a pena. Situação muito difícil.

Comentários

  1. Bruno Andrade - Itaúna4 de maio de 2011 18:42

    Permita-me discordar de vc Fred, mas não vejo nada de bom na vinda do Carlos Alberto pro Galo.
    Na hora em que o clbe se livra de problemas aparece esse jogador que tem fama de indisciplinado e desagregador.

    É muita hipocrisia da diretoria atleticana dispensar Ricardinho, Jobson e Diego Souza e contratar um jogador com os mesmos defeitos.

    De toda forma, em se confirmando a contratação cabe a nós torcedores rezar pra que ele repetia a boa fase da carreira.


    Como disse o Mourinho, Carlos Alberto tem muito potencial pra jogar a carreira fora.

    Abraço e parabéns pelas matérias. Como disse outro dia, você esta se destacando muito na imprensa mineira.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. ... e descordando de quem descordou aí em cima, o Galo tem a característica de "recuperar" jogadores-problema: o último deles o saudoso Tardeli. Carlos Alberto poderia, sim, ser um caso de sucesso. Mais recentemente tivemos o Jobson, mas esse daí é caso perdido mesmo...

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pelo elogio, Bruno, é mais um incentivo para tentar sempre fazer o melhor.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Carlos Alberto se perdeu, teve um histórico de pequenas contusões e anti-profissional. Atlético não pode ser infantil de contratar ele de novo.

    ResponderExcluir
  5. TEM MUITO TEMPO QUE ELE NAO QUER JOGAR , MAIS VAMOS VER SE VAI DAR CERTO!!!!!!!!! SO O TEMPO DIRÁ

    ResponderExcluir

Postar um comentário